Viagem Segura reduz acidentes no trânsito em seis anos de operação

Este feriado de Proclamação da República, 81ª edição da Viagem Segura, marca os seis anos de existência da operação. Comparando os acidentes em feriados e datas comemorativas neste período em relação ao anterior em que os números de cinco anos foram levantados, constata-se que a média de mortes por dia foi reduzida de 6, 6 para 6,1 – o que equivale a dizer que, se antes morria uma pessoa a cada três horas e 37 minutos, hoje há um caso fatal a cada três horas e 55 minutos. A média diária de mortes nos finais de semana também caiu, de 7,5 para 7,1.
A Operação Viagem Segura está presente no estado desde 2011, mobilizando a fiscalização por 342 dias em suas 80 edições. As ações contabilizam 5.057.882 veículos fiscalizados (equivalente a 77,5% da frota gaúcha) e 177.173 testes de etilômetro aplicados. Foram registradas 863.257 infrações, com 17.052 autuações por embriaguez, incluindo as recusas ao teste do etilômetro. A fiscalização também recolheu 83.689 veículos e 22.389 carteiras de habilitação.
Comparando as datas anteriores à Operação Viagem Segura e o período em que ela ocorre, percebe-se as maiores reduções nos feriados do Dia do Trabalho (de 8,4 mortes/dia para 6.0), de Ano Novo (de 5,6 mortes/dia para 3,8) e de Páscoa (de 7,8 mortes/dia para 6,2). Algumas datas registraram aumento, porém em muito menor proporção, como foi o caso dos feriados da Indepêndência do Brasil (de 5,8 para 7.0) e da Revolução Farroupilha (de 5,9 para 7,0).
Participam da operação, além do DetranRS, Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar, Polícia Civil, EGR, Famurs, órgãos de trânsito dos municípios de Porto Alegre (EPTC), Canoas, Guaíba, e Gravataí, assim como do Instituto Zero Acidente e Lions Club. Além disso, a operação ganhou o reforço da megablitz desde 2016, controlando os motoristas antes de saírem da cidade. Ela é realizada pelos agentes da Balada Segura (DetranRS e EPTC) em conjunto com a Brigada Militar e a Polícia Civil, sempre nas saídas de Porto Alegre.
A Operação Viagem Segura também inclui ações educativas e campanhas de comunicação – uma nova campanha alertando os condutores que os acidentes de trânsito devastam também as famílias e amigos das vítimas diretas – encontra-se no ar desde essa segunda-feira (13), em rádio e internet.
Proclamação da República
As instituições parceiras da Viagem Segura estarão a postos também neste 15 de Novembro, apesar do feriado de Proclamação da República cair em uma quarta-feira, o que reduz a quantidade de deslocamentos por rodovias.
O feriado de 15 de Novembro teve média de 6 mortes por dia desde 2007, um pouco abaixo da média entre os feriados, que é de 6,4, mas bem acima dos dias de semana, quando morrem 4,3 pessoas por dia no estado. O número de mortes por dia vem caindo desde 2013, quando ocorreu um pico de 7,5. No ano passado foram 4,6 mortes por dia, a menor marca desde 2012, quando ocorreram quatro – o menor índice dos últimos 11 anos. O total de mortos neste feriado, desde 2007, é de 241 vítimas. Os municípios em que mais ocorreram acidentes fatais, além de Porto Alegre, foram Viamão, Santa Vitória do Palmar, Passo Fundo, São Leopoldo e Rio Grande.
Eunice Gruman/ Ascom DetranRS