Três pessoas da mesma família estão desaparecidas após viagem para negociar carro

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de três pessoas da mesma família na Região Norte do Rio Grande do Sul. Na última quarta-feira (24), um casal saiu com a filha, além de um vizinho, de Carazinho até Colorado, cidades distantes cerca de 36 quilômetros, para negociar um carro.

Quando chegaram ao destino, foram recebidos a tiros. O vizinho conseguiu escapar, e deve ser ouvido pela polícia dentro da investigação.

Os desaparecidos foram identificados como Roberto Terres, Márcia Johan e Maria Johan. Nas buscas, policiais encontraram o carro em que eles viajaram, queimado, na cidade de Mormaço, na mesma região. O veículo foi recolhido e encaminhado de guincho para um depósito em Soledade.

A principal linha de investigação é acerto de contas por tráfico de drogas, já que Roberto Terres e o principal suspeito de ser o autor dos tiros têm antecedentes por envolvimento com drogas.

"Veio uma informação anônima na DPPA de Carazinho informando que realmente foi um acerto de contas de tráfico. Este homem teria vindo a cobrar alguma dívida, e aí se justifica a questão do veículo que teria comprado. Pode ser um ajuste", diz o delegado Edinei Albarelo.

O delegado acredita que a família esteja morta. "Temos de tentar localizar esse indivíduo que efetuou os disparos. Vamos pedir a prisão deles. E agora a prioridade é tentar localizar esses corpos que, com quase certeza estão infelizmente em óbito", afirma.

g1