Temporal atinge feira agrícola no Paraguai

Um temporal acompanhado de forte ventania atingiu neste sábado, dia 13, o departamento (equivalente a estado) de Alto Paraná, no leste do Paraguai, onde vivem muitos produtores rurais de origem brasileira. O vento derrubou estruturas na área da Expo Santa Rita, feira agropecuária do distrito (município) de mesmo nome que é realizada até este domingo, dia 14.
 
Muitas lavouras de milho na região foram afetadas, resultando no acamamento das plantas. Barracões e silos também foram atingidos pelo vento. Na área urbana de Santa Rita, houve postes caídos e árvores arrancadas. Parte da cidade ainda estava sem energia elétrica no dia seguinte ao do temporal.
 
De acordo com o presidente da Expo Santa Rita, o brasileiro Luís Carlos Ribeiro, os prejuízos na exposição foram apenas materiais, sem causar ferimentos a pessoas ou animais. O show que seria realizado na noite de encerramento da feira teve que ser cancelado.
 
“Os estragos foram grandes, mas só de materiais, como toldos, bandeiras e placas. Mesmo assim, conseguimos dar sequência aos trabalhos e estamos com bom público hoje (domingo) e com tempo bom”, contou Ribeiro.
 
O produtor rural Adil Lui, presidente distrital em Santa Rita da Coordenadora Agrícola do Paraguai (CAP), afirma que a tempestade veio pelo sul e teve início por volta das 15 horas do sábado. Segundo ele, a chuva foi de cerca de 40 mm e durou apenas 20 minutos. O impacto em cultivos da região teria ocorrido em função do vento. “Parecia um tornado, com uma frente de 100 a 150 metros que, quando baixava, levava tudo embora”, afirmou.
 
Lui não sabe calcular qual a extensão do prejuízo dos agricultores da região de Santa Rita. “Nas áreas atingidas, tem milho com a boneca ainda recente e tem também milho quase pronto para colher. Além disso, ainda não sabemos quantos produtores foram afetados, mas são muitos”, disse.
 
 
 
Fonte: Infocors