Sicredi aposta no relacionamento e no foco em oportunidades na Expointer 2017

O Sicredi - instituição financeira cooperativa com mais de 3,5 milhões se associados - com foco nas oportunidades e necessidades dos associados e das comunidades onde está presente, disponibiliza R$ 300 milhões durante a 40ª edição da Expointer - feira internacional que acontece de 26 de agosto a 3 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS.

Caso haja demanda maior, o Sicredi está preparado para atender as solicitações dos seus associados. Este ano, haverá muitos desafios diante do cenário político-econômico. ''Estaremos direcionando nossas forças para mapear as oportunidades em cada uma das Cadeias Produtivas em que atuamos com a missão de ajudar nossos associados a manterem a sustentabilidade de seus investimentos'', pondera Fernando Dall ' Agnese, presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste.

Segundo o dirigente, o objetivo do Sicredi na Expointer é assessorar o associado para que desenvolva o crescimento de seu negócio de forma sustentável. ''O principal ativo do Sicredi é o relacionamento com o associado, e as comunidades e com os setores produtivos. Por essa razão, eventos como a Expointer - por sua magnitude - nos inspiram a ver oportunidades, mesmo em cenários desafiadores como o atual'', afirma Dall' Agnese.

Com foco nas pessoas e olhar firme no associado, o Sicredi - presente na Expointer desde 1999 - fechou o 1º semestre deste ano com desempenho positivo no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. De janeiro a junho o Sicredi registrou incremento de mais de R$ 1,92 bilhão em ativos, sendo 5,8 % superior a igual período de 2016. A carteira de poupança do RS e SC, cresceu 11,5% registrando mais de R$ 428 milhões de novas aplicações sobre o 1º semestre de 2016.

 

FOCO NO AGRONEGÓCIO

O grande impulsionador do resultado da Carteira de Poupança do Sicredi, no RS e SC, é a relação direta entre a captação e o desenvolvimento que gera, pois, os recursos captados ficam nas comunidades onde são reinvestidos conforme as necessidades locais. ''Além de reforçar nossa credibilidade e mostrar a solidez do nosso empreendimento, a carteira de poupança nos possibilita viabilizar o financiamento do agronegócio'', ressalta o presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Fernando Dall?Agnese. Ele explica que o grande desafio estratégico do Sicredi é o fortalecimento da captação em poupança para o custeio do crédito rural, e para novas oportunidades de financiar projetos e atividades dos associados.

Dall' Agnese explica que as linhas que o Sicredi estará ofertando na Expointer 2017 são destinadas à aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas, sistemas de irrigação e fomento às cadeias produtivas. ''Nossa missão na Expointer é apoiar o crescimento dos associados. É para ele que trabalhamos arduamente, para garantir os recursos e o suporte necessário para que possa realizar seus investimentos da forma mais adequada ao perfil do seu negócio'', ressalta.

Em 2016, o Sicredi protocolou 1017 pedidos, somando R$ 128,8 milhões, sendo 34,15% sobre a feira do ano anterior, registrando ticket médio de R$ 126.651 por pedido.

As linhas PRONAF ligadas à Agricultura e Agroindústria Familiar foram, mais uma vez, o destaque de solicitações na feira para o Sicredi, gerando mais de 613 pedidos, que somaram mais de R$ 45,04 milhões. No Moderfrota foram mais de R$ 13,62 milhões protocolados e no Moderinfra mais de R$ 4,26 milhões.

O Sicredi está preparado na Expointer 2017 com uma equipe de 60 profissionais capacitados a dar apoio especializado aos associados sobre suas demandas, estando fixo nos tradicionais espaços de negociações da feira: no Setor de Máquinas e Implementos Agrícolas; na área da Pecuária (próxima à Praça Central); e no pavilhão da Agroindústria Familiar. Cada um desses espaços contará com caixas eletrônicos credenciados à rede Banco24Horas.

Fonte: PortalGazeta670