SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE RONDINHA ADERIU A CAMPANHA SETEMBRO AMARELO

E o mês de Setembro está Amarelo. Amarelo de Atenção, de Prevenção e Valorização da Vida. Setembro Amarelo é o Mês Internacional de Prevenção ao Suicídio. Está campanha iniciou suas atividades em 2014, a escolha da cor amarela é em referência as cores do semáforo/sinaleira, onde a mesma significa ATENÇÃO. A campanha vem para alertar a população e profissionais sobre o suicídio, prevenindo a ocorrência de novos casos. Todos os anos no Brasil são registrados cerca de dez mil suicídios e em todo o mundo mais de um milhão de casos anualmente. O suicídio é um fenômeno presente ao longo de toda história da humanidade. O ato de suicidar-se está ligado a comportamentos com determinantes multifatoriais, psicológicos e biológicos, genéticos, culturais e socioambientais. Segundo a Organização Mundial da Saúde (2014) o suicídio pode ser prevenido, desde que, os profissionais de saúde, de todos os níveis de atenção, estejam aptos a reconhecer os fatores de risco presentes, a fim de determinarem medidas para reduzir os ricos e evitar o suicídio.

Entendendo a importância da campanha e a exigência que essa temática necessita para ser trabalhada de forma a abranger não somente o setor da saúde, mas todos os demais setores, bem como a população no geral, a Saúde Municipal de Rondinha, orientada pela 15ª CRS, volta suas ações a Campanha Setembro Amarelo – Mês Internacional de Prevenção ao Suicídio para DIVULGAÇÃO e CONHECIMENTO de toda população através da decoração dos murais das Unidades Básicas de Saúde Centro e Bairro Aparecida, enfatizando a Atenção, Prevenção e Valorização da Vida, o uso de lacinhos alusivos à campanha pelos profissionais da saúde do município, também foi realizado menção ao tema na reunião dos agentes de saúde e será referenciada nos grupos assistidos mensalmente pelas equipes multidisciplinares em saúde.

Para interação e divulgação de conteúdos específicos da área da psicologia, bem como, das campanhas em prol da saúde, a Psicóloga Eline Ester Grossi criou grupos no WhatsZap, oportunizando assim a troca de aprendizados, experiências, e conhecimento.