Ronda da Cultura Gaúcha é encerrada e se consagra como um dos maiores eventos da região

Milhares de pessoas passaram pela Praça Mosse Míssio durante a realização da 6ª Ronda da Cultura Gaúcha, festa tradicional de Ronda Alta que teve início dia 13 e encerrou neste sábado, 21 de setembro. A abertura oficial ocorreu na sexta-feira, 13, com a chegada da centelha da Chama Crioula, conduzida pelo Grupo de Cavalgadas Tropeiros da Ronda, que se juntou a homenagem póstuma ao tradicionalista Adão Domingues Machado. Posteriormente a Chama Crioula percorreu as ruas da cidade transportada por inúmeros cavalarianos que, ao chegarem ao Acampamento da VI Ronda da Cultura Gaúcha, foram recebidos pelo Prefeito Municipal, Miguel Ângelo Gasparetto e o Patrão do Acampamento Odemar Paulo Raimondi, ocasião em que deixaram uma centelha do fogo e dirigiram-se até o CTG Ronda da Saudade, onde a Chama permanecerá acesa durante a Semana Farroupilha. Além da comunidade local e estudantes, participaram da solenidade autoridades municipais e regionais e o casal tradicionalista que recebeu a homenagem em vida, Dirceu e Maria Scariot.

A programação diversificada e especialmente elaborada agradou e encantou a todos. A missa Crioula, ocorrida no domingo de manhã, foi celebrada pelo Padre Arnildo Fritzen, sacerdote muito querido pela comunidade rondaltense, com o acompanhamento do Coral Municipal Encantar.

A Mostra da Cultura Gaúcha evidenciou, mais uma vez, o talento e o empenho dos estudantes, professores e diretores das escolas municipais e estaduais. O público se emocionou com as invernadas artísticas do CTG Ronda da Saudade e de municípios convidados e ficou encantado com o Recital de Poesia, Violão, Gaita e Violino. A Terceira Idade teve uma tarde especial e seus integrantes dançaram muito ao som do Grupo Alma Gaudéria.

O evento contou ainda com shows de artistas de renome nacional e regional: Tchê Guri, Perseverano, Garotos do Fandango, Los Dog’s, Machado e Marcelo do Tchê, Grupo Quero-Quero, Graciele Souza e Grupo, Vaneraço e Tchê Fandango. Talentos locais também subiram ao palco e fizeram bonito nas tertúlias livres, entrevero de gaitas, encontro de trovadores, entre outros.

Nesta edição a Ronda da Cultura Gaúcha teve três diferenciais: o registro da marca “Ronda da Cultura Gaúcha”, a Feira do Livro, ocorrida no sábado e no domingo, e a apresentação de um grupo de danças do Equador. É importante também ressaltar que na terça-feira, 17, na Câmara de Vereadores, ocorreu reunião dos prefeitos da AMZOP (Associação dos Municípios da Zona da Produção).

A VI Ronda da Cultura Gaúcha é um grande sucesso! A cada ano o evento se supera e conquista mais admiradores.

Esta linda festa, organizada pelo Município de Ronda Alta e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, conta com o apoio das demais secretarias municipais, Câmara de Vereadores, CTG Ronda da Saudade, Brigada Militar, Quadro de Laçadores Campeiros da Ronda, Quadro de Laçadores Ronda da Saudade, Grupo de Cavalgadas Tropeiros da Ronda, Rádio Máxima FM, Rádio Comunitária Navegantes e Jornal Folha da Produção. O patrocínio é do Banrisul.

Neste sábado após os pronunciamentos de autoridades, houve a extinção do fogo simbólico e após o show de encerramento a Cargo do Grupo Tchê Fandango de Passo Fundo que animou a todos no encerramento dos festejos farroupilhas em Ronda Alta.

Texto Jornal Folha da Produção.

Jornalismo Máxima FM/Plantão