Ronda Alta Nutricionistas do município realizaram avaliação nutricional dos alunos da Rede Municipal de Ensino

A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. No Brasil, cerca de 50% da população está acima do peso (ABESO, 2017). A avaliação do estado nutricional tem como objetivo identificar os distúrbios nutricionais, possibilitando uma intervenção adequada de forma a auxiliar na recuperação e/ou manutenção do estado de saúde do indivíduo.

Nos meses de agosto e setembro do ano de 2017, as nutricionistas da Secretaria Municipal de Educação e Desporto, Vanessa Zanetti Carbonari, e da Secretaria Municipal de Saúde, Carla Agostini, realizaram a avaliação nutricional nos alunos da Rede Municipal de Ensino de Ronda Alta. No total, 457 foram avaliados. A classificação seguiu os parâmetros da OMS, calculados e analisados através do Programa SISVAN. Foram analisados os índices IMC (Índice de Massa Corporal) por Idade e Estatura por Idade.

Confira a seguir o resultado final (IMC por Idade):

70,1% – apresentaram estado nutricional adequado para a idade;

16,8% – apresentaram sobrepeso;

12,9% – apresentaram obesidade;

0,2% – apresentou magreza.

Em relação ao índice estatura por idade, 97% apresentam estatura adequada para idade e 3% baixa estatura.

Após a coleta e análise de dados, as profissionais concluem que há necessidade de constante monitoramento desses alunos, bem como o desenvolvimento de atividades de educação alimentar e nutricional no ambiente escolar, como forma de promover hábitos alimentares saudáveis desde a infância.