Renato dispara contra arbitragem após derrota: “Contra homem de preto é difícil”

Treinador do Grêmio prefere reclamar do árbitro Germán Delfino após derrota por 2 a 1 para o Deportes Iquique, no Chile, na noite desta quarta-feira

O Grêmio perdeu por 2 a 1, de virada, para o Deportes Iquique na noite desta quarta-feira e deixou passar a chance de se classificar antecipadamente no Grupo 8 da Libertadores. Porém, para o técnico Renato Gaúcho, o único responsável pela derrota foi o árbitro argentino Germán Delfino. No primeiro gol dos chilenos, ele marcou pênalti duvidoso de Ramiro em Dávila. No segundo, teria apontado falta inexistente de Pedro Rocha. Na cobrança, Torres acertou o ângulo de Grohe.

Na entrevista coletiva após a partida no Estádio Zorros del Desierto, o treinador fez questão de salientar que não falaria sobre a produção de sua equipe, apenas da atuação do homem do apito. Avesso às reclamações, Renato disse que precisava abrir o parêntese devido a um comando de jogo "inadmissível" de Delfino.

– Libertadores é sempre jogo muito dificil, principalmente jogando fora de casa. A minha equipe não esteve numa grande noite, mas foi muito bem. Não gosto de falar de arbitragem, sempre falo isso. Mas a gente trabalha a semana toda, se prepara, faz um gol fora de casa e perde por dois erros fatais da arbitragem. No pênalti, não houve. No segundo, não houve a falta do Pedro (Rocha). Hoje temos que falar mais da arbitragem do que aconteceu dentro do campo – afirmou.

No pouco que tratou do jogo em si, Portaluppi fez questão de elogiar o time, justamente por sair à frente no placar, em um momento no qual controlava o adversário. Ainda, disse que o Grêmio foi eliminado do Gauchão pelo Novo Hamburgo "jogando em alto nível". Porém, voltou a lembrar que o "homem de preto" estragou suas pretensões.

"Meu time está muito bem, terminou o Campeonato Gaúcho jogando em alto nível. Saímos por dois erros. Hoje o meu time é lider do grupo na Libertadores. Tudo está muito certo. Os treinamentos estão muito bem, não vão mudar, vamos continuar fazendo a mesma coisa. Agora, jogar contra o homem de preto é difícil".
 

Apesar da derrota, o Grêmio mantém a liderança do Grupo 8 com 10 pontos. O Iquique sobe para nove e segue vivo na competição, em segundo, mas pode fechar a rodada em terceiro – o Guaraní enfrenta o Zamora na quinta-feira. Na última rodada, em 25 de maio, os gaúchos recebem o eliminado Zamora, na Arena, e os chilenos decidem a vaga com o Guaraní, no Paraguai. Ambas as partidas estão marcadas para as 21h45.

 

globoesporte