Pardais de rodoviais federais do RS e SC são reativados

Os pardais das rodoviais federais no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina já estão registrando multas por excesso de velocidade. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os equipamentos foram reativados na segunda-feira, mas apenas nesta quarta o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) informou a PRF.
Os radares foram desligados em 11 de novembro, afetando mais de 100 pardais no Estado, em estradas como a BR 101, BR 290 e a BR 386. As lombadas eletrônicas – que mostram a velocidade do veículo – foram mantidas em funcionamento durante o período.
O serviço – prestado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) – foi suspenso após empresas questionarem o resultado da licitação de 2016, que contratou o serviço de pardais. Segundo o departamento, muitas das empresas que perderam o pregão – e entraram com recurso – “hoje têm equipamentos instalados nas rodovias federais por meio de contratos emergenciais que o Dnit foi obrigado a firmar, a fim de manter o serviço de fiscalização de velocidade”.
A reportagem entrou em contato com o Dnit para esclarer o motivo da retomada do serviço, mas até a publicação da matéria não obteve retorno.
Correio do Povo