Emater/RS-Ascar realiza atividades com escola indígena de Engenho Velho

A partir de um termo de colaboração firmado entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) e Emater/RS-Ascar, que visa fomentar as ações de inclusão social e produtiva planejadas nos Planos Socioassistenciais da Emater/RS-Ascar, famílias indígenas em todo o Estado estão recebendo Assistência Técnica. Em Engenho Velho, 50 famílias localizadas em sete comunidades indígenas estão envolvidas nessa ação. Nessa semana, uma atividade foi realizada na escola Pãvãnh Há, na aldeia indígena Bela Vista.

A equipe da Emater/RS-Ascar fez a entrega de um kit de ferramentas e de sementes para a escola. A diretora Ivete Rissoto acompanhou a atividade. Com a ajuda da Prefeitura e da Secretaria Municipal de Obras, construímos canteiros pela escola. Os alunos aprenderam a fazer mudas de plantas medicinais e de hortaliças. Falamos da importância do consumo desses alimentos mais saudáveis, tanto na escola quanto em casa, para a saúde de todos, comentou a técnica em Agropecuária da Emater/RS-Ascar, Pricila Folle Daris.

A escola dará continuidade a esse trabalho. Cada turma cuidará de um espaço do canteiro, onde foram semeadas hortaliças, como alface, beterraba, cenoura e repolho, além de diversas plantas medicinais, mudas que foram doadas pelo horto municipal. O vice-prefeito de Engenho Velho, Diego Bergamaschi, participou da atividade e reconheceu a importância dessa ação junto às famílias indígenas do município.
A Atividade também contou com a ajuda de algum servidores do Departamento de Obras.