Em caso raro, bezerro nasce com duas cabeças em Ametista do Sul

Um bezerro com duas cabeças nascido em uma propriedade rural de Ametista do Sul, no Noroeste do Rio Grande do Sul, chamou a atenção dos agricultores nesta terça-feira, 13. O animal com a anomalia nasceu pela parte da manhã.

Dona Noeli dos Santos contou ao repórter Josias Marques que seu filho Valmir Lopes dos Santos encontrou o animal, que havia nascido em parto normal, porém, percebeu que tinha formação de duas cabeças, com olhos, narizes e bocas.  A vaca está bem.

De acordo com veterinários, casos como esse são raros. Principalmente pelo bezerro ter nascido vivo. A anomalia pode ser causada por erro na divisão embrionária, ou por uma separação incompleta no caso da gestação de gêmeos univitelinos.

Na maioria das vezes, o animal com duas cabeças não sobrevive por mais que algumas horas ou semanas, por conta da dificuldade de se alimentar ou pela existência de outras anomalias em órgãos internos.

O animal ainda estava vivo durante a tarde desta terça-feira, 13, quando a reportagem do Portal In Foco RS esteve na propriedade localizada na Linha Santo Antônio.

 

Fonte: In Foco RS