Educação fiscal é tema de concurso de paródias em Rondinha

A Prefeitura Municipal de Rondinha, através da parceria entre as Secretarias Municipais da Administração, da Fazenda e da Educação e Cultura desenvolve o Programa de Educação Fiscal – Aprendendo a Ser Cidadão. Este programa tem como proposta despertar na comunidade uma reflexão sobre o contexto social, bem como o desenvolvimento de valores e atitudes, competências e habilidades necessárias ao exercício de direitos e deveres na relação recíproca entre o cidadão e o Estado, a partir de melhor entendimento da vida em sociedade.

            Diversas ações pedagógicas referente a este programa acontecem em parceria com a Escola Municipal de Educação Básica Francisco Mariano Braga, sendo que neste ano, a escola juntamente com a SMEC, realizou um concurso de paródias com o tema “Cidadania Fiscal”, com o objetivo de sensibilizar os alunos quanto ao desenvolvimento da consciência para o exercício de sua cidadania como também, incentivar a criatividade e a produção escrita.

                Este concurso aconteceu nos meses de abril e maio em duas categorias: 1ª categoria – turmas de 8º ano e 2ª categoria – turmas de 9º ano do Ensino Fundamental, tendo por vencedores as alunas Eduarda Donida Lunardi e Érika Sartoretto do 8º ano, coordenadas pela professora Deivi Finatto; e Samile Rodrigues e Estela Zorzi do 9º ano, coordenadas pela professora Lucinéie Marcon Gelain.

            A premiação do 1º e 2º lugar de cada categoria ocorreu por meio de Vale Compras, doados pelo comércio local, no valor de R$ 100,00 e R$ 50,00 respectivamente.  Na entrega dos prêmios, as alunas vencedoras,  tiveram a oportunidades de apresentarem suas produções para o público escolar, demonstrando seu talento e criatividade.

            Relativo a este programa destaca-se também que, na sexta-feira dia 11de maio, representantes do GEFIM participaram da primeira edição do Seminário Regional de Educação Fiscal e Nota Fiscal Gaúcha, no salão de Atos da URI – Frederico Westphalen.

            Neste dia ocorreram palestras com o Auditor Fiscal, Randal Guimarães, sobre o tema “Educação Fiscal e Cidadania”, e com o técnico tributário da Receita Estadual, Adelar Vendruscolo, com o tema Nota Fiscal Gaúcha, Paulo Roberto Sanchez também se pronunciou sobre o tema “Programas de Integração Tributária –PIT” além de mostras e apresentações culturais sobre boas práticas em educação fiscal. O seminário contou com a presença de cerca de 430 pessoas, com representação de 50 municípios gaúchos e 50 entidades cadastradas na NFG também marcaram presença.