CONSTANTINA – CONHEÇA O PROJETO ONDE PEIXES SÃO CRIADOS EM ESTUFAS

O projeto tem o incentivo da Cresol Constantina que disponibilizou o montante de R$ 27.000,00 para os associados Jaçi e Lupicínio Rodrigues (pai e filho), moradores da Linha Guardinha, interior de Constantina. Os agricultores familiares estão apostando na inovação e diversificação produtiva. O projeto de piscicultura intensiva em sistema de recirculação de água consiste na criação de tilápias dentro de estufas. No interior da estufa de 15 x 30m2 existem dois grandes tanques elevados, cada qual com 55 mil litros de água. Cada um dos tanques tem capacidade para criação de 5 mil peixes. O jovem associado Lupicínio Rodrigues detalha que na primeira criação foram inseridos 2.300 alevinos em um dos tanques e no outro 2.000 alevinos de tilápias, o que ocorreu no dia 20 de agosto com primeira despesca programada até 20 de fevereiro de 2018, (6 meses).

Rodrigues explica que o sistema usa a mesma água no tanque durante todo o ciclo, com filtragem, oxigenação e monitoramento constante da temperatura da água que oscila na estufa entre 25 e 29 graus o que diferencia o sistema dos modos tradicionais de produção, pois, a água em temperatura elevada estimula o desenvolvimento e acelera a alimentação dos animais. O trato dos peixes ocorre, em média, de 4 à 6 vezes ao dia, com o devido controle da qualidade da água em Ph, amônia, nitrato, nitrito, oxigenação, etc. Segundo o associado da Cresol o sistema é de fácil manejo não sendo usados produtos químicos durante todo desenvolvimento. Toda produção já tem destino e comercialização garantida e, no momento, atinge o valor de R$ 4,50 à 4,70 ao kg de peixe bruto no mercado regional.

A família é composta de quatro pessoas, além de Jaçi e Lupicínio, suas esposas, Aláçia e Daniela, respectivamente, que auxiliam nas atividades da propriedade. Lupicínio concluiu que o projeto representa um antigo sonho o que o levou a abandonar o meio urbano e retornar ao interior.

Nesta semana o Coordenador do Pronaf na Cresol, Dani Carlos Villa e o técnico Sidimar Marcolam visitaram o investimento assessorando a família, pois, além do crédito liberado a cooperativa está comprometida prestando apoio aos cooperados, afim de que os empreendimentos se viabilizem, mantendo as famílias no campo produzindo e vivendo com qualidade de vida.