Casal de médicos morre em acidente de trânsito na BR-116

Um casal de médicos endocrinologistas morreu, na tarde desta segunda-feira, 15, em uma colisão frontal ocorrida no km 336 da BR-116, em Barra do Ribeiro, na região Centro Sul. Um BMW com placas de São Paulo bateu contra um caminhão de Sertão Santana. De acordo com as informações preliminares da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o automóvel forçou uma ultrapassagem.
 
O médico Jorge Gross, de 70 anos, que conduzia o carro, morreu na hora. A companheira dele, Mirela Jobim de Azevedo, de 60, que vinha na carona, chegou a ser levada em estado grave a Guaíba, onde faleceu. Ela também era professora titular do departamento de Medicina Interna da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). Ambos vinham de Punta Del Este, no Uruguai.
 
O trânsito ficou bloqueado no local durante a tarde e foi liberado por volta das 21h.
 
O Hospital de Clínicas de Porto Alegre divulgou nota em que lamenta a morte do casal. “Esta é uma perda irreparável para a ciência, o ensino, a assistência e para toda comunidade do Hospital de Clínicas”, cita o texto.
 
Confira a nota na íntegra
 
Há poucos dias, noticiamos a indicação do professor do Serviço de Endocrinologia do Clínicas Jorge Luiz Gross como Pesquisador Emérito 2017 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), prêmio concedido como reconhecimento ao renome, junto à comunidade científica, e pelo conjunto de sua obra científico-tecnológica.
Hoje, temos a tristeza de anunciar o falecimento do professor Gross e de outra grande professora e pesquisadora da área de Endocrinologia, sua esposa Mirela Jobim de Azevedo.
Esta é uma perda irreparável para a ciência, o ensino, a assistência e para toda comunidade do Hospital de Clínicas.
Fica a homenagem a estes dois grandes médicos, cientistas e docentes, formadores e influenciadores de muitas gerações passadas, presentes e, com certeza, futuras.
Fonte:Infocors