Alerta para riscos meteorológicos entre esta sexta-feira (12) e segunda-feira (15)

Segundo informações de diferentes órgãos de monitoramento, diversas regiões do estado devem se preparar para: rajadas intensas de vento, alagamentos de curta duração (principalmente nas zonas urbanas), e desnivelamento de níveis hidrológicos. As regiões que apresentam maior risco são: fronteira oeste, noroeste, centro-norte, norte, campanha, região metropolitana e litoral. Bacias hidrográficas também podem apresentar alterações: Butuí-Icamaquã, Ibicuí, Quaraí e Santa Maria, estão em nível de ALERTA; Negro, Camaquã, Baixo Jacuí, Vacacaí-Vacacaí Mirim, Guaíba, Sinos, Gravataí, Taquari-Antas e Caí, estão em nível de ATENÇÃO. As outras bacias seguem em observação, mantendo níveis estáveis ou em declínio em suas medições. Previsão: Devemos ter chuvas intensas em todo estado, entre esta sexta-feira (12) e o domingo (14). A baixa pressão atmosférica deve atingir primeiro as regiões oeste e noroeste do Rio Grande do Sul. No entanto, logo se espalha por todo o território gaúcho, fazendo com que a área de instabilidade percorra todas as regiões do estado. A perspectiva é de que domingo a chuva dê lugar a temperaturas amenas, porém um ciclone deve se formar no oceano Atlântico e pode atingir o litoral gaúcho até o início da segunda-feira (15). Quantidade de chuva estimada (mm) para 12 e 13/05: Tramandaí: 47mm; Rio Grande: 55mm; Uruguaiana e fronteira oeste: 184mm; Região Metropolitana: 100mm; Santa Maria: 80mm; Pelotas: 60; Caçapava do Sul: 120mm; São Gabriel: 120mm. Rajadas intensas de vento: Tramandaí: Alto; Rio Grande: Médio-alto; Uruguaiana e fronteira oeste: Médio-alto; Região Metropolitana: Médio; Santa Maria: Médio; Pelotas: Médio; Caçapava do Sul: Médio; São Gabriel: Médio. A Defesa Civil monitora com cuidado todas as possibilidades de ocorrências meteorológicas no estado e pede que informações ou pedidos de auxílio sejam encaminhados através do telefone 199. A Defesa Civil somos todos nós!