Agência bancária da Sicredi é assaltada em Sagrada Família

Na manhã desta sexta-feira, 04, a agência do Sicredi de Sagrada Família, foi alvo de assalto. Criminosos teriam indo até a residência do gerente e feito a família refém na noite desta quinta-feira 3. Na manhã desta sexta-feira 4, criminosos foram até o banco com o gerente para realziarem o roubo. A mulher e o filho foram liberados.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Brigada Militar foi acionado nesta sexta-feira, 4 de janeiro, para desarmar explosivo preso ao corpo do gerente de um banco assaltado em Sagrada Família, no Norte do Rio Grande do Sul.

Policiais militares estão envolvidos em buscas pelos criminosos pelo menos desde as 10 horas e, até então, encontraram na localidade de Esquina Gaúcha um veículo abandonado.

Informações preliminares divulgadas pelo 39º Batalhão de Polícia Militar dão conta de que o gerente da Sicredi foi rendido na noite anterior em sua residência e pela manhã, foi deixado no banco com um artefato amarrado à cintura. Ainda não está confirmado se os ladrões levaram dinheiro ou não.

Recentemente, o Gate foi chamado para desativar explosivo em casos de ataques a banco em Redentora, no Noroeste do Estado. Em dezembro de 2018, o município teve duas agências assaltadas simultaneamente com explosão de caixas eletrônicos na madrugada de 6 de dezembro. Os profissionais detonaram um artefato deixado dentro da agência da Sicredi, atacada ao mesmo tempo que o Banrisul, distante cerca de 50 metros. Até sua chegada, os arredores dos locais tiveram que ser evacuados.